Temos alguma chance de viajar em 2020? Afinal, quando vamos poder viajar ao exterior? Reunimos abaixo as últimas notícias sobre a retomada das viagens internacionais

Ainda é difícil mensurar qual está sendo o impacto da pandemia na vida das pessoas, pois ela está, aparentemente, longe de chegar ao fim por aqui. Apesar de outros países começarem a escalar uma reabertura otimista, no Brasil, a resolução parece passar um pouco mais longe.

O turismo, – primeiro segmento a sentir essa perda -, registrou 85% no número de cancelamentos logo nos primeiros meses de 2020, conforme publicado por entidades do setor

Vamos conseguir viajar ainda este ano? É melhor cancelar a viagem para o final do ano? Preciso adiar o meu intercâmbio? Vou conseguir embarcar no meu voo? Essas são as perguntas que mais estamos recebendo aqui no Viajar Melhor ultimamente. Como quase ninguém organiza uma viagem de uma hora para outra, alguns roteiros estavam planejados desde o ano passado e precisaram ser mudados com urgência.

O começo do ano foi marcado por uma grande surpresa para o mundo todo. Inclusive para a indústria de Turismo e Viagens, e logo na sequência, em um curto espaço de tempo, o baque chegou em outras esferas da economia, afetando a vida de todos. Mesmo entre os especialistas e governos do mundo todo, era difícil prever a gravidade de uma pandemia marcada em um mundo ainda mais conectado.

Quando vamos poder viajar ao exterior de novo

Quando vamos poder viajar ao exterior de novo

Afinal, quando vamos poder viajar de novo? Foto: Jérémy Stenuit

Afinal, quando vamos poder viajar

Com o desencadear da pandemia, mostrando a real gravidade da situação em uma crise global, todos esses planos tiveram que ser adiados pelo bem comum. Agora, sete meses depois do primeiro registro do novo coronavírus, o cenário nacional ainda parece nebuloso e longe de chegar ao fim.

O colapso na saúde, que tomou proporções gigantescas na Itália, nos Estados Unidos, no Reino Unido e na França, também chegou com força em território brasileiro. Atualmente, o Brasil é o segundo país com maior número de óbitos no mundo e hoje (19/06) atingiu um milhão de casos confirmados. 

Para piorar ainda mais a imagem nacional, que estava sendo observada pela imprensa exterior, as lideranças nacionais optaram por ocultar os números por parte do Ministério da Saúde, gerando ainda menos credibilidade quanto à situação interna.

Mais uma etapa do negacionismo que vem surgindo desde o começo da pandemia no Brasil, trouxe mais desconfiança ao redor do mundo. O primeiro país a adotar a proibição de entrada de pessoas vindas do Brasil, foram os Estados Unidos, outra nação que chegou a ser considerada o epicentro da Covid-19 e atualmente tem mais de 120 mil óbitos confirmados. Quando analisado o número de mortes diárias, o Brasil já é considerado o mais novo epicentro da pandemia.

A maior potência econômica mundial, governada por Donald Trump, cumpriu com o que já havia comunicado. Depois dela, outros países seguiram a mesma recomendação, com o objetivo de reduzir o risco interno de uma segunda onda de contágio. A medida segue em vigor até segunda ordem.

Atualmente, a entrada de brasileiros também está vetada no Canadá, Japão, Paraguai, Argentina, Grécia, França, Espanha e Itália, assim como em outros países da Europa. Aparentemente, enquanto a situação não se estabilizar por aqui ou uma vacina não for disponibilizada em larga escala, a lista de países onde brasileiros serão proibidos de viajar tem a tendência de crescer. O mesmo aconteceu com a China no começo da pandemia, já que outras nações estavam dispostas a barrar o número de contágio dentro de suas fronteiras.

Remarcação e cancelamento de viagens 

A maioria das remarcações ou cancelamentos de viagens do primeiro semestre foram feitas por turistas que planejavam uma viagem de lazer. Entretanto, em alguns casos, brasileiros que estavam prestes a embarcar para morar no exterior ou estudar em programas de universidades ou intercâmbio de longos períodos, também sentiram o peso da dúvida. Esses últimos, também passaram meses economizando e, inclusive, pagando a viagem antecipadamente, chegando próximo do dia de embarque, viram seus sonhos sendo adiados sem uma data certa para a retomada.

Quando vamos poder viajar ao exterior

Quando vamos poder viajar ao exterior

Como vai funcionar a retomada das viagens? Veja as últimas notícias sobre viagens ao exterior. Foto: Shutterstock

Novos formatos de pacotes de viagens

Para reduzir o impacto econômico causado no setor de turismo, que gera milhões de empregos ao redor do mundo, recentemente uma nova tendência surgiu entre os agentes de viagens brasileiros. Tratam-se de pacotes de viagens com uma remarcação gratuita, para garantir maior segurança aos turistas que, mesmo em épocas de pandemia, querem planejar uma viagem para o final do ano ou para 2021.

Apesar de surgirem diversas ofertas com valores atraentes, vale analisar melhor como será a política de cancelamento ou remarcação oferecida pela empresa cotada, para evitar transtornos futuros.

A retomada das viagens 

A falta de entendimento e ações públicas sem muito sucesso, impacta na credibilidade das autoridades estrangeiras sobre os caminhos que deveriam ser adotados no Brasil. Ao redor do mundo, em uma pandemia global, cada país adotou um protocolo de segurança diferente. Atualmente alguns deles já começam a abrir suas fronteiras para outros países que apresentaram um controle no número de casos.

Alguns países optaram por um confinamento mais rígidos, enquanto outros preferiram esperar. As diferentes medidas obtiveram resultados diversos, como o caso da Nova Zelândia, que declarou estado de emergência antes de atingir 100 casos confirmados e conseguiu praticamente mitigar o contágio no país. Além disso, outras dúvidas que têm surgido é sobre a retomada das viagens nacionais e quando vamos poder viajar ao exterior. 

Profissionais do turismo já notaram que as viagens serão retomadas por fases, sendo, inicialmente para destinos mais próximos da cidade de origem. Com a retomada da segurança do viajante, as viagens domésticas serão o ponto inicial do novo começo, seguindo por lugares na América do Sul e posteriormente para Europa, América do Norte e Ásia.

Há chance de viajar ainda este ano?

Em um cenário de incertezas, as dúvidas começam a surgir na mesma proporção que o vírus avança e se espalha. O futuro das viagens ainda está repleto de especulações e todas elas podem ser consideradas simples hipóteses, visto que alguns países começaram a viver uma segunda onda de contágio com poucas semanas depois do desconfinamento e reabertura do comércio.

Retomada das viagens: quando vamos poder viajar ao exterior?

Retomada das viagens: quando vamos poder viajar ao exterior?

Quando vamos poder viajar ao exterior? Foto: Victor He / Unsplash

Protocolos de segurança estão sendo estudados por diversas autoridades e especialistas do mundo todo. No setor de turismo, principalmente, que é um mercado que tem em seu modelo de negócio o transporte entre fronteiras e políticas internacionais diferentes. Todas elas precisam estar de comum acordo e bem alinhadas, em protocolos bilaterais.

Definitivamente não há verdade absoluta devido à complexidade dessa situação e  se você ouvir alguém dizer categoricamente que exista, desconfie. Enquanto a crise não for controlada, esta não será a hora de viajar ao exterior. Infelizmente.

» Restaurante na Holanda usa robô-garçom para manter isolamento social
» Nova Zelândia começa a retomar a vida pós-pandemia no país
» Viagens nacionais: lugares mais lindos do Brasil

Dicas para planejar sua viagem:

» Encontre hotéis, pousadas, resorts e hostels com o Booking.com
» Reserve passagens aéreas com a MaxMilhas.
» Ganhe R$179 de crédito do Airbnb na primeira reserva.
» Aluguel de carros com até 30% de desconto e a garantia do melhor preço!
» Encontre seu seguro viagem com os melhores preços na Allianz Travel.

Deseja falar com a redação ou relatar algum erro encontrado nesta página? Envie uma mensagem para [email protected]